EaD e a Filosofia na Unisul Virtual

Por Marciel Evangelista Cataneo

A educação a distância não tem como objetivo substituir o ensino presencial, mas sim articular-se com este de maneira complementar, sinérgica, produtiva e criativa.
O objetivo fundamental da educação a distância é o mesmo que sempre animou a atividade filosófica: ampliar as possibilidades de produção e acesso ao conhecimento e promover a democratização do ensino superior permitindo o ingresso de parcelas da população até então, impedidas de cursar a universidade.
Recordamos que o ensino da filosofia sempre conviveu com a distância, no espaço e no tempo, entre o conhecimento produzido pelos grandes filósofos e o indivíduo disposto a apreendê-los. Distância vencida pelas tecnologias então disponíveis: relatos orais e textos escritos.
O Decreto n.º 2.494, de 10 de fevereiro de 1998, que regulamenta o art. 80 da Lei que dispõe sobre as Diretrizes e Bases da Educação Nacional no Brasil, estabelece que os certificados e diplomas de cursos a distância terão validade nacional define a EaD como um processo em que o acadêmico constrói o conhecimento interagindo com professores e outros alunos de forma independente da relação tempo-espaço. Desta forma, sua responsabilidade passa pelos aspectos: como estuda, onde estuda e com que freqüência estuda.

O papel da instituição de ensino nesta modalidade de educação é o de mediar o processo de interação, garantindo a qualidade em todo o processo, com as seguintes características: o professor atua como facilitador do percurso de aprendizagem do acadêmico; os recursos técnicos de comunicação proporcionam igualdade de oportunidades de acesso ao saber; respeita-se a autonomia do aluno, no processo de aprendizagem; a atividade educativa é bidirecional; a educação é otimizada pela tecnologia; a barreira da distância geográfica é vencida.
Criar oportunidades para praticar ações educacionais voltadas para o incremento deste cenário significa criar novas alternativas ao já estabelecido. Criar novas alternativas em educação significa inovar criativamente nos processos de desenvolvimento das práticas educacionais.
Estudar a distância significa modificar algumas referências e hábitos, substituindo-os por outros mais apropriados para a condição de estudante autônomo e a distância. Em vez de se pensar em salas de aula e horários de curso, deve-se imaginar um espaço virtual de gestão de horário de trabalho e de processo de aprendizagem. Ao invés de imaginar receber uma aula e fazer as suas tarefas no prazo marcado, é necessário imaginar um caminho para uma aprendizagem e realização de atividades para aprender. Estas diferenças não são apenas de vocabulário. Elas envolvem atitudes, hábitos, estratégias de aprendizagem e responsabilidades bem diferentes das que são normalmente desenvolvidas.

A EaD é, pois, uma alternativa pedagógica de grande alcance que deve utilizar e incorporar as novas tecnologias como meio para alcançar os objetivos das práticas educativas implementadas, tendo sempre em vista as concepções assumidas, de homem e sociedade e considerando as necessidades das populações a que se pretende servir. Tem-se, também, a possibilidade da simultaneidade entre estudo e trabalho; democratização do acesso aos estudos superiores a uma ampla população geograficamente distante de instituições universitárias. A metodologia desenvolvida na UnisulVirtual possibilita a emergência da roda de crítica e debate, a troca e embate permanente de idéias, próprio do exercício do filosofar.  A UnisulVirtual é uma realidade. Um ambiente de busca, transmissão e desenvolvimento do conhecimento. A Filosofia está presente na UnisulVirtual com a convicção de que não há ambiente em que a tarefa crítica da filosofia não seja necessária.

Comentários

  1. Muito bom. Essa frase é para ressoar na cabeça: "Desta forma, sua responsabilidade passa pelos aspectos: como estuda, onde estuda e com que freqüência estuda".

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Reflexões sobre a BNCC

Afinal, o que torna o homem um ser possuidor de humanidade?